carioca casando em BH X greve dos caminhoneiros



14 de junho de 2018 - Postado em: Casamentos Reais , Destination Wedding

Uma carioca casando em Belo Horizonte em meio à greve dos caminhoneiros. Isso mesmo. Um destination weding em terras mineiras, com os convidados vindos de fora, com apreensão dos noivos… Este é o primeiro de três posts do blog em parceria com o Atelier de Sonhos sobre a semana da greve que causou muita apreensão, mas que também fez com que a lembrança da empatia entre as pessoas ficasse marcada em nossos corações.

Por Gabriela Athayde – A Noiva

Meu casamento estava marcado para o dia 26 de maio. Um sábado, em pleno mês das noivas (puro acaso) e com os melhores prognósticos para ser um dia lindo e sem chuva, apesar do frio.

Tudo estava sendo planejado desde novembro, algumas pessoas achavam muito pouco tempo, mas foi tudo muito tranquilo, organizado e gostoso de fazer. Nos divertimos muito pensando em cada detalhe da decoração junto a equipe do Atelier de Sonhos, curtimos muito as degustações, pensar na identidade visual, começar a convidar as pessoas e tantas outras coisas.

E, na semana do casamento, quando tudo estava resolvido e era hora apenas de pensar em curtir a chegada dos convidados, pegar o vestido, fazer massagem, ir ao salão e curtir a ansiedade final, começam a surgir notícias sobre uma tal de greve.

Falo em “uma tal de greve”, porque na semana do casamento eu estava mais preocupada em caber no vestido do que no que acontecia no país. Uma semana me permitindo ser apenas “A noiva”.

Foi quando, na terça-feira (22 de maio), a Thaisy, nossa decoradora do Atelier de Sonhos, liga para o noivo (com medo da noiva ficar em pânico) para avisar que as flores estavam paradas em SP e ela não sabia se chegariam.

Bom, confesso que isso não me preocupou muito. Escolhemos casar no Espaço Província, que já tem bastante verde e tinha certeza que alguma coisa a Thaisy conseguiria para compor o ambiente.

Mas, com isso, saí do meu mundo noiva e comecei a ler e assistir tudo sobre a GREVE (que começou a ganhar letras maiúsculas e olhos arregalados). Pensava “ok, até consigo entender a revolta dos caminhoneiros, mas precisava ser essa semana?!”.

Aí sim comecei a ficar triste (nem foi pânico, foi tristeza). Explico.

Como sou carioca, TODOS os meus convidados vinham do Rio e de outras cidades. E quando vi que os voos estavam sendo cancelados, isso sim, me deixou arrasada. Na quinta-feira (24) a decoradora avisou que os móveis que escolhemos estavam presos no depósito e não sabia se iam conseguir sair de lá, e que ela estava pensando em um plano B. Além disso, o voo do meu pai (que vinha de Recife) foi cancelado e muitos convidados com medo de vir. Foi uma noite terrível. Não pensamos em cancelar o casamento em nenhum momento, mas eu chorei pela possibilidade de fazer meu casamento sem minha família e amigos. Isso, mais do que as flores e os móveis, faria com que a festa perdesse o brilho, pois foi justamente para compartilhar nossa alegria com eles que decidimos fazer a festa.

Sexta-feira, Thaisy me derrubou ao avisar que os móveis realmente não tinham conseguido sair do depósito (eles iam tentar na madrugada). Mas, foi só um susto. Dois minutos depois ela manda uma mensagem de áudio super aliviada, avisando que eles já estavam no local do evento. E isso às 7h30 da manhã.

No começo da tarde algumas pessoas começaram a chegar em BH e meu pai conseguiu um voo de madrugada e chegou no sábado pela manhã, a tempo para entrar comigo e participar da festa.

Todo esse stress dos dias anteriores ao casamento, acabaram esgotando meu pote de stress do ano. Por isso, no dia D eu estava muito tranquila e feliz. Afinal, sabia que seria emocionante, mas não podia imaginar que teria tanta emoção assim.

E foi tudo mágico! Tudo estava impecável e a nossa alegria e dos convidados (alguns não conseguiram chegar, mas foi minoria) foi tão contagiante, que se tornou uma semana e uma noite inesquecível para nós e tenho certeza que para toda a equipe envolvida, principalmente os guerreiros do Atelier de Sonhos, que não desistiram de nós e ficaram dias sem dormir para conseguir realizar nosso casamento.

E foi nessa hora que tivemos a certeza que escolher parceiros (e não apenas fornecedores ou prestadores de serviços) para realizar um projeto seu, faz toda a diferença.

Agora o resultado da decoração nos cliques da Aproximar Fotografia:

Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-13 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-23 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-118 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-119 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-180 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-188 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-200 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-207 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-232 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-253 Decor_Provincia_AproximarFotografia_ParaCompartilhar_AproximarFotografia_27_05_2018-255

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Por

2 Comentários

  1. Daniele Cerqueira disse:

    Foi uma semana tensa
    Mas tínhamos que ficar calmos e procurar planos B, C ….. graças a Deus e a todos os profissionais envolvidos deu tudo certo.

  2. […] realizar em meio à greve dos caminhoneiros. Nos posts anteriores (que você pode ler clicando aqui e aqui) a visão das noivas que decidiram que o mais importante era o amor presente e fariam como […]

Deixe seu comentário em Daniele Cerqueira



*Obrigatório. O email não será publicado.


Voltar ao topo