Carregando..
guia de fornecedores
ou

Casamento :: Cintia e Fernando

Casamentos Reais
Casamento :: Cintia e Fernando

Vi uma foto do casamento da Cintia e do Fernando e meu coração palpitou. Os convidei para mostrar tudo aqui e me apaixonei mais ainda quando li tudinho o que a Cintia nos contou… Encante-se! [e veja como é realizar um casamento em tempo record kkk]

Fernando e eu nos conhecemos na época em que estudávamos engenharia e entramos pra equipe de Baja da faculdade. Resumidamente a equipe se trata de um tanto de maluco apaixonados por ver um pneu na lama construindo um carrinho off road pra quebrar tudo em duas competições anuais. Construir um carro definitivamente não é fácil e isso tomava horas, dias, noites da gente… Era inevitável, eu passava mais tempo perto dele do que da minha família! E foi assim que tudo começou, na amizade. Que depois de um ano deixou de ser amizade quando descobrimos que não tinha mais jeito: nossa caminhada a partir dali teria de ser mesmo de mãos dadas! Começamos a namorar em janeiro de 2012 e acho que desde então não conseguimos desgrudar um do outro! Meu sonho era me casar e esse acabou se tornando um sonho do Fernando também, e depois de 5 anos de namoro veio o pedido! No Natal de 2016 o Fernando me tirou no amigo oculto da minha família e cismou que me pediria em casamento! Eu não fazia ideia! E no meu dia preferido do ano (sou a louca do Natal hahaha) ele me aparece com essa surpresa! Fiquei tão feliz que eu aconselho todo mundo a ficar noivo: te faz esquecer de qualquer problema!
Bom, a partir dali era planejar né! Decidimos que nos casaríamos em setembro de 2018 então eu tinha bastante tempo (que, diga-se de passagem, eu não usei hahaha)! Nosso sonho era que o casamento fosse no Santuário do Caraça em Santa Bárbara, mas sempre que tentávamos entrar em contato pra marcar não dava certo: ou não atendiam ao telefone, ou não era com aquela pessoa que resolvia, ou não respondiam e-mail. Mas não nos preocupamos muito, afinal tínhamos tempo! Começamos a procurar casas pra alugar e em Julho surgiu a oportunidade de uma casa com um aluguel acessível que a gente simplesmente não podia perder! A partir daí foram surgindo várias outras coisas que acabavam passando na frente da organização do casamento: a gente tinha uma casa pra cuidar! Quando assustei já era novembro e eu sequer tinha uma data marcada! Decidimos adiar mais, mas acho que o universo não aceitou essa nossa decisão! Era certo que a gente se casaria no Caraça, só não sabíamos quando hahaha!
Acontece que minha vozinha começou a perguntar do casamento, pedindo pra gente se casar logo porque ela tinha medo de não estar aqui mais. Ela tá com mais saúde que tudo, mas já tem 92 anos e é difícil tirá-la de casa. Foi quando ela, por medo de pegar estrada, disse que não iria se meu casamento se não fosse aqui em BH! Eu surtei, tive crise de ansiedade, de pânico, de tudo! Só de pensar que ela não iria no meu casamento! No dia seguinte que ela me falou isso eu comecei a procurar igrejas feito uma louca! Já que não seria no lugar dos nossos sonhos tinha que ser numa igrejinha que combinasse com a gente e eu, particularmente, não conhecia nenhuma. Até que no meio desse desespero uma amiga me falou que tinha ido num casamento em uma igreja que era a minha cara, a Nossa Senhora de Guadalupe, no bairro Castelo! Achamos a igreja na internet e eu fiquei encantada! Era toda rústica, linda! No dia seguinte fui na igreja pra saber informações! Advinha? A secretária me diz que possivelmente não teria data pra 2018 porque TUDO na igreja era cortesia para as noivas, mas que era pra eu tentar com a pessoa responsável por agendar casamentos, quem sabe né! Depois de toda aquela história com a minha avó eu queria que fosse pelo menos em 2018, mesmo que no fim do ano. Mas confesso que na hora que eu ouvi a palavra “cortesia” até cogitei deixar pra 2019 se fosse preciso! Quando fui conversar com a responsável tinha acabado de ter uma desistência em 2018, para o DIA 3 DE MARÇO! Eu, louca, marquei sem nem pensar! Só contei pro Fernando quando cheguei em casa! Era novembro e eu tinha simplesmente 4 MESES pra organizar um casamento e digo: sim, é possível!
Já sabíamos como seria o estilo do nosso casamento e já namorávamos alguns fornecedores há bastante tempo! Na semana seguinte visitamos alguns restaurantes para fazer a recepção porque essa era a melhor opção pra quem não tinha muito tempo e dinheiro: não precisa alugar mobiliário e nem ficar fazendo um zilhão de degustações. Fomos visitar o Café Paddock porque achamos o lugar maravilhoso, mas confesso que estava totalmente fora do orçamento! Porém chegando lá conseguimos um suuuuper desconto! Fechamos no dia seguinte! Nem cheguei a experimentar vestidos porque já sabia que eu queria um da Antônia Atelier e fechei com eles logo em seguida! Na mesma semana vi que tinha uma promoção de Black Friday pro dia da noiva na Morgana Belloni e como eu já pensava em me arrumar lá por indicação de uma amiga, fechei! Perfeito, em duas semanas eu já tinha resolvido igreja (que já tinha cerimonial próprio e música), recepção, vestido e dia da noiva!
Pra decoração eu já sabia que tinha que ser o Era Uma Vez! A Tatá estudou com o Fernando no ensino médio e logo que ela começou a trabalhar com festas o Fernando me mostrou o Facebook dela e eu virei seguidora fã hahaha! Não tinha jeito de outra pessoa decorar meu casamento se não ela! O registro ficou por conta da More One Fotografias que eu gosto de dizer que foi a melhor parte do meu casamento! Além das fotos maravilhosas, o atendimento deles foi simplesmente perfeito e essencial pra eu manter minha tranquilidade! Para música queríamos algo que combinasse com o clima de restaurante, tipo voz e violão. E como eu e o Fernando amamos rock, escolhemos o Paulo Henrique pra tocar na recepção. Eu nem olhei outros músicos! Queríamos alguém que tocasse só rock internacional e essa era a especialidade do Paulinho hahaha! Como eu já sabia quais seriam praticamente todos os fornecedores eu contratei assessoria só para o dia e foi a linda da Ágata do Agathos Cerimonial que ajudou a organizar tudo e me deixar bem tranquila no grande dia!
Sou engenheira, mas minha paixão mesmo é a caligrafia artística! Aproveitei e fiz nossos convites, convites dos padrinhos, lembrancinhas e alguns elementos pra decoração. Queria que o casamento tivesse um “dedinho” meu! Enfim, estava tudo resolvido, minha vozinha estaria no casamento e tudo seria lindo! Mas ainda tinha uma coisinha faltando… Perdi meu pai há 10 anos e sempre que me imaginava entrando na igreja sem ele meu coração apertava. Vários dias durante o período de organização do casamento eu me pegava chorando e pensando nisso. Eis que minha amiga Vívian (que eu costumo dizer que é minha fada madrinha) deu um jeito pra que eu pudesse, simbolicamente, estar acompanhada no meu pai no grande dia! Ela me deu de presente um relicário lindo com a foto do meu pai pra eu colocar no meu buquê! Hoje eu sei que muita gente faz isso, mas eu não fazia ideia antes do casamento, então foi muito especial e cheio de significado pra mim! Pelos relatos que ouvi do quanto eu estava iluminada no dia talvez a presença dele naquele momento não tenha sido só simbólica…

E o sonho de casar no Caraça Cintia? Pois bem, resolvemos isso fazendo as fotos de Pos Wedding lá! Que ficaram maravilhosas por sinal! Foi sem dúvida o dia mais especial das nossas vidas!

Os cliques são da More One Fotografias:

Cintia e Fernando-10
Cintia e Fernando-13
Cintia e Fernando-24
Cintia e Fernando-203
Cintia e Fernando-209
Cintia e Fernando-257
Cintia e Fernando-283
Cintia e Fernando-289
Cintia e Fernando-303
Cintia e Fernando-316
Cintia e Fernando-330
Cintia e Fernando-342
Cintia e Fernando-349
Cintia e Fernando-355
Cintia e Fernando-366
Cintia e Fernando-382
Cintia e Fernando-398
Cintia e Fernando-445
Cintia e Fernando-454
Cintia e Fernando-487
Cintia e Fernando-489
Cintia e Fernando-518
Cintia e Fernando-524
Cintia e Fernando-526
Cintia e Fernando-527
Cintia e Fernando-532
Cintia e Fernando-535
Cintia e Fernando-538
Cintia e Fernando-544
Cintia e Fernando-572
Cintia e Fernando-573
Cintia e Fernando-577
Cintia e Fernando-591
Cintia e Fernando-593
Cintia e Fernando-605
Cintia e Fernando-619
Cintia e Fernando-623
Cintia e Fernando-627
Cintia e Fernando-629
Cintia e Fernando-634
Cintia e Fernando-645
Cintia e Fernando-712
Cintia e Fernando-749
Cintia e Fernando-751
Cintia e Fernando-831
Cintia e Fernando-845
Cintia e Fernando-879
Cintia e Fernando-934
Cintia e Fernando-966
Cintia e Fernando-998

Como ela contou… as fotos externas foi a realização deles como noivos: estar no Santuário do Caraça.

Pós - Cintia e Fernando-126
Pós - Cintia e Fernando-130
Pós - Cintia e Fernando-137
Pós - Cintia e Fernando-138
Pós - Cintia e Fernando-145
Pós - Cintia e Fernando-152
Pós - Cintia e Fernando-164
Pós - Cintia e Fernando-199
Pós - Cintia e Fernando-209

::  Fornecedores do Casamento ::
cerimônia Igreja Nossa Senhora de Guadalupe | recepção e buffet Café Paddock | decoração Era Uma Vez BH | buquê da noiva, das damas e lapelas Era Uma Vez BH | relicário Priscila Gamino | fotografia More One Fotografias | acessórios da noiva Ajour Atelier | vestido Antônia Atelier | sapato Noiva Atelier | dia da noiva Morgana Belloni | cerimonial Agathos Cerimonial | bolo Doce e Arte | doces e bem casados Tia Célia Buffet | convites e lembrancinhas feitos pela noiva | música recepção Paulo Henrique

2 Comentários

  1. O caraça nos deixa com um sentimento inexplicável de que existe muito amor ali naquele lugar! Nossas fotos do pré foram tiradas lá, e eu te digo com propriedade: teve muuuuuito amor! Estamos doidos pra voltar lá ❤

Deixe seu comentário



*Obrigatório. O email não será publicado.



voltar ao topo