Casamento :: Flávia e Thiago



13 de junho de 2017 - Postado em: Casamentos Reais

E quando o depoimento dos noivos já é uma poesia… história linda de encontros e (re)encontros…

Eu não vou falar muito… leiam vocês mesmos.

Dizem que algumas vidas estão conectadas através dos tempos. Ligadas por um antigo chamado que ecoa pela eternidade.

O ACASO
Quem diria… estiveram juntos na mesma festa à fantasia em 2008, amigos em comum com a aniversariante, e não se conheceram, sequer conversaram naquele dia 08 de novembro.
Estavam ali, os dois, solteiros, livres e desimpedidos, mas ainda não era a hora, o momento especial e mágico não havia chegado.
Mas como o que é belo acontece por acaso, sem data, sem horário, apenas coincidência, quis o destino pregar essa peça no casal.

O (RE)ENCONTRO
Passados 4 anos se reencontraram e, então, se conheceram, em mais uma obra do acaso.
Agora trabalhando na mesma empresa, ela no setor de Eventos, ele no Jurídico.
A bem da verdade, a máxima de que a primeira impressão é a que fica não se aplica ao casal.
Thiago estava na empresa desde 2011, Flávia começou em 2012. Logo na apresentação dela, ele pensou: “que morena bonita, mas tem uma cara de chata e patricinha.” E a recíproca foi verdadeira! Flávia também achou o Thiago metido e esnobe.
Tamanha era a falta de empatia que os dois chegaram a viajar a trabalho lado a lado, porém ele tratou de colocar fones de ouvido, preferindo ouvir música, fazendo ela a mesma coisa.
E assim se passaram os meses, quase não tinham contato, apenas se cumprimentavam por educação quando se encontravam pelos corredores ou em alguma reunião.

O CUPIDO
Eis que em novembro de 2013 acontece um churrasco de confraternização de final de ano na empresa e, despretensiosamente, Thiago e Flávia começam a conversar…
Assunto: obras no caminho para o trabalho, trânsito, rotas alternativas para fugir dos engarrafamentos.
Tema nada interessante, mas que os prenderam por horas num bate papo animado e super descontraído. Tamanha foi a sintonia que parecia não haver outras pessoas no evento, apenas os dois.
As impressões iniciais que tiveram um do outro caíram por terra ali. Na verdade, o cupido flechou os corações dos dois naquele dia.
Depois disso, começaram a conversar com frequência e logo viram que tinham muito mais em comum que poderiam imaginar: esportes, cachorros, Cruzeiro, estilos musicais…
Marcaram, então, uma caminhada na Lagoa da Pampulha, com direito a água de coco no final. Pronto! Os dois se viram super apaixonados, a vontade de conversar e encontrar novamente era enorme, ficavam de bate papo pelo messenger até altas horas da madrugada, contando os segundos para o próximo encontro.
E logo nas primeiras conversas descobriram, ainda, a grande coincidência da festa à fantasia, ao ponto de ter fotos da Flávia, que no dia da festa se enturmou com uma amiga levada por Thiago, tiradas do próprio telefone dele.
Se não fossem essas fotos, muitos nem acreditariam nessa história!
E o resultado desse conto ficou marcado para eternidade no dia 05/11/2016, no altar da Igrejinha da Pampulha…

De suspirar, né!?!

Agora é hora de ver as fotos desse dia pra lá de especial nos cliques de Thiago Soraggi e Herlandes Tinoco:

042 044 046 048 053 060 073 074 075 078 087 100 101 103 113 119 121 122 125 201 202 203 204 205 206 207 208 210 215 220 298 299 300 301 302 303 304 305 306 307 308 309 310 311 312 313 314

:: Fornecedores do Casamento ::
dia da noiva Arabela Rios Boudoir de Beleza (penteado Pilar) | vestido Giulliano Oliva | acessórios Rosa Maria | terno do noivo Geraldino Alfaiate | buffet Diva Buffet | recepção e decoração Espaço Garças Pampulha | cerimonial Marina Amaro | fotografia Thiago Soraggi e Herlandes Tinoco

Por
Tags:

Casamento :: Pati e André



6 de junho de 2017 - Postado em: Casamentos Reais

Vou já contar pra vocês que sou suspeitaaaa de falar desse casamento. Eu amei trocar várias figurinhas com uma noiva que buscou inspirações no blog, mas, principalmente, porque é uma grande amiga da minha irmã e do meu cunhado e já tinha visto de perto o quanto ela estava estudando para concursos e… Melhor conferir como essa linda história de amor da Pati e do André chegou ao altar.

Com a palavra, a noiva:

Nossa história percorreu quilômetros e ainda resiste a eles…
Tudo começou com a tão sonhada posse de Patrícia em um cargo público em junho de 2012. A alegria da conquista se juntou ao medo. É que a sua independência foi parar em um lugar muito, muito, mas muito longe. Mas lá foi ela… O destino do trabalho era Peixoto de Azevedo. A moradia ficava em uma cidadezinha fofa chamada Matupá, a 8 km de Peixoto, tudo ali no nortão do Mato Grosso, colado no sul do Pará.
Sim, a cidade era fofa. A primeira impressão de Matupá foi de surpresa e encantamento. Patrícia e sua mãe, fiel escudeira, lá chegaram juntas para conhecer aquele lugar tão distante.
Enquanto Patrícia ia trabalhar, Letícia, sua mãe, rodava pela cidade e ficava cada vez mais encantada. Na Vara do Trabalho, o clima também era de aconchego e acolhimento. Gente de todo Brasil! E foi lá que Patrícia e André se conheceram. Por um acaso (ou não) ele de Campinas e ela de Belo Horizonte (Recifense, mas Belorizontina há 16 anos) prestaram concurso e foram se encontrar lá em Peixoto de Azevedo. Eles não se esquecem de quando o Diretor bateu na porta da sala de André para apresentar a nova servidora. Ela sorriu para ele. Ele pensou no sorriso dela. E ela gostou do que viu.
Foi quando em uma das confraternizações do Trabalho os dois engataram uma conversa. Pareciam ter esquecido todos em volta (isso é o que dizem as testemunhas rs). O cenário era convidativo: um churrasco à beira do rio. Lá pelas tantas, decidiram entrar na água e sentaram numa pedra. A água descia calmamente, quase que acariciando os dois. Começaram a conversar mais próximos e…
Não, não se beijaram. Do nada, uma tromba d’água arrastou Patrícia pedra abaixo. André saiu correndo pela margem desesperado tentando acompanhar a queda para não perdê-la de vista. Ela conseguiu parar sustentando seu pé em uma das rochas, o que lhe custou uma unha e vários arranhões. Foi tenso! Maaaaas passado o susto, tudo começou… Ficaram juntos algumas vezes e começaram a namorar. Mas muitos obstáculos viriam: inseguranças, medos, términos, dúvidas… E assim Patrícia foi embora do Mato Grosso em 2013…
Ela foi chamada em outro concurso no Ceará. O namoro estava estremecido e a ideia era tentar à distância e, dando certo, ela voltava para o MT, de onde André nunca pretendeu sair. Parecia mais prudente do que não ir… O Ceará era perto do seu pai, que mora em Recife, o que a deixava mais segura. Só que a experiência foi muito dolorosa… Aurora, no Sertão, era o oposto do Norte do MT, tão cheio de promessas e de futuro. Também não era tão fácil ir para casa do pai: o aeroporto de Juazeiro do Norte ficava a 3 horas dali e nem sempre tinha transporte. Somado a isso, a dor do término da relação no meio do caminho.
Foi quando o TRE-SP chamou Patrícia e ela foi-se embora de novo… Agora, para o Estado natal de André. Depois de três meses terminados, ele foi até Orlândia-SP onde Patrícia estava morando para conversarem. E no dia 29/08/2013 eles resolveram reatar. A partir daí, tudo fluiu melhor: a relação se fortaleceu, solidificou e amadureceu.
Em 2015, Patrícia conseguiu uma permuta e voltou para Belo Horizonte. Foi quando eles decidiram que era hora de se casarem. Ela voltou para casa e agora vai voltar para outro ponto de partida: o Mato Grosso, aquele lugar para onde ela voltaria se tudo desse certo…

convite

Suspiros…

Eu amei quando recebi o convite desse momento tão especial. Não estive presente por motivos alheios à minha vontade, mas meu coração esteve pertinho (e nas fotos que recebia ao vivo).

Ah! Pedi pra Pati nos contar como foram os preparativos, dar um conselho para quem está prestes a subir ao altar e ela resumiu:

“O que posso falar dos preparativos, é que comecei com antecedência, cerca de 1 ano e meio antes. Então foi tudo bem mais tranquilo… Os contratempos que surgiram foram contornados, pois havia planejamento e tempo de sobra. Mas quando vai chegando perto, não tem jeito de não estressar rsrsrs. São muitas tarefas que surgem, reuniões, visitas técnicas, suporte a convidados de fora etc. Então a dica é fazer tudo com antecedência para ficar por conta desses ajustes finais quando tiver mais pertinho!”

Agora vamos aos lindos cliques desse dia lindo por Sidney Campelo e Patrícia Melo:

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59

:: Fornecedores do Casamento ::
local Casa Bernardi | fotografia Sidney Campelo e Patrícia Melo | vídeo Sucote | decoração Atelier Flor da Pelle | bem casados Schokolade | músicos da cerimônia Trio Amadeus | banda Basquiat | cerimonial e assessoria Porteventos | vestido Ana França | acessórios D. Cantidio | dia da noiva Barbara Rabelo | terno Ricardo Almeida | damas e pajens Princess Damas | bolo Dilene Bolos | buffet Meu Buffet | drinks Bombar | arte do convite Raquel Castro | papelaria Atelier do Convite | balões Só Alegria |

Por
Tags:

Casamento em Macacos :: Marcela e Fernando



10 de maio de 2017 - Postado em: Casamentos Reais

Sonhar com um casamento ao ar livre é também ter em mente que será necessário um plano B caso a natureza não ajude e mande chuva.

Sempre converso com as noivas para terem calma e prepararem a cabeça para usar o plano B… vale pensar que o mais importante é a união com a pessoa amada, seja como for.

Marcela e Fernando deram sorte… o segundo plano já estava quase valendo quando a chuva parou e o sonho de casar ao ar livre foi realizado, contanto com bons momentos de descontração e ainda com o ritual das areias, aquele em que os noivos misturam as suas areias, simbolizando o nascimento de uma nova família.

Ahhh!!! Tenho que contar pra vocês que a história de amor deles começou na adolescência, mas não ficaram juntos “de cara”, se reencontraram após vários anos e resolveram ser felizes juntos. Lindo, né?! Amo essas histórias de encontro e reencontro.

Confiram como foi esse dia lindo nos cliques de Contando Histórias Fotografia:

mf1 mf2 mf3 mf4 mf5 mf6 mf7 mf8 mf9 mf10 mf11 mf12 mf13 mf14 mf15 mf16 mf17 mf18 mf19 mf20 mf21 mf22 mf23 mf24 mf25 mf26 mf27 mf28 mf29 mf30 mf31 mf32 mf33 mf34 mf35 mf36 mf37 mf38 mf39 mf40 mf41 mf42

:: Fornecedores do Casamento ::
cabelo e maquiagem Diogo Atannázio | decoração Alessandra Martins Decorações | cerimonial Carolina Pimentel | buffet Mega Fest Buffet | iluminação, som e DJ BH Fest | música cerimônia Som Wave | bem casados Elvania Aganet | celebrante Mariglei Borges | acessórios Luciana Dias Machado | vestido Leda Noivas | fotos Contando Histórias Fotografia | local Sebastião Eventos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Por
Tags:
Página 1 de 1112345...10... »
Voltar ao topo