A Flor na Lapela



3 de dezembro de 2012 - Postado em: Lapela , Noivo

O noivo merece um destaque todo especial em seu grande dia. Pode-se combinar que os padrinhos usem mais ou menos o mesmo tom de terno ou meio-fraque do noivo. Desse modo, ficariam muito parecidos, e alguns convidados (principalmente os que conhecem pouco o noivo) poderiam até se confundir no momento de identificá-lo próximo aos padrinhos… e agora, o que fazer?

Uma ótima opção é a flor na lapela, que surgiu do jeito que conto no final do post. Pode ser a própria flor o diferencial, mas existem casamentos onde os padrinhos resolvem usar também a flor. Algumas soluções facilitam a questão: o noivo pode optar por uma flor diferente ou também pode se destacar escolhendo uma cor que não seja a mesma dos padrinhos.

Aqui no Brasil o mais usual é que noivo, seu pai, sogro e padrinhos usem a flor igual na lapela, mas não é tão comum usarem trajes iguais como acontece em outros países.

Geralmente os noivos tem três opções: a primeira é não usar enfeite no terno. Uma segunda forma é usar um lenço (muito recomendado para os noivos que suam excessivamente). A terceira opção é a flor na lapela, um jeito discreto e elegante de se vestir para o seu dia especial.

Como surgiu a flor de lapela


Essa tradição, surgida no século XIX com o casamento do príncipe Albert, que havia recebido de sua noiva, a rainha Vitoria, um pequeno ramalhete de flores e não tinha onde guardar. Aí ele fez um pequeno corte no paletó e ajeitou o arranjo, para sempre lembrar de sua amada.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Por
Tags:
Voltar ao topo