Carregando..
guia de fornecedores
ou

DOCE história de amor :: Karina e Jader

Casamentos Reais
DOCE história de amor :: Karina e Jader

Recebi um e-mail tão lindo (e doce) da Karina contando que ela e o Jader estão vendendo bombons para ajudar nas despesas do casamento que fiquei curiosa para conhecer um pouco mais da história do casal.

Logo de cara ela já me contou que “desde o dia 26 de julho deste ano, eu e meu noivo resolvemos fazer algo para nos auxiliar no nosso orçamento para o casório: vender bombons, que chamamos carinhosamente de bombons do amor. Vários casais fazem isso, mas o que tem chamado atenção de muitas pessoas é o local aonde estamos vendendo; no semáforo! Eu sou fotógrafa, meu noivo é músico e ambos trabalham a noite. Como não ganhamos muita grana ainda com nossas profissões, ficamos preocupados com a forma que iríamos conseguir todo o dinheiro para pagar o nosso casamento. Foi aí que conhecemos a história de um casal em SP que estava vendendo Sonho de Valsa nos semáforos de lá e estava dando super certo para eles. Criamos coragem e resolvemos fazer o mesmo para que o nosso sonho pudesse dar certo!”.

Então… a história está dando certo mesmo e os bombons estão é espalhando muito amor por aí, já até apareceram na TV. Como ela mesmo disse: “Pessoas desacreditadas do amor já chegaram em nós impressionados com a nossa coragem e amor, pessoas que acham o casamento a melhor coisa do mundo já nos ajudaram e nos apoiaram a continuar”.

8

Conheçam um pouco mais da história desse casal:

Eu e o Jader nos conhecemos na igreja em que congregamos. Ele havia recebido a um ano antes de eu entrar na igreja uma promessa de Deus de que o casamento dele estava próximo e que a futura esposa dele seria branquinha do cabelo preto e o primeiro assunto que ela chegaria conversando com ele seria sobre missões e JOCUM. Exatamente 1 ano depois dessa promessa, em fevereiro de 2015, eu entrei na igreja e nos conhecemos e fiquei sabendo que ele era missionário pela JOCUM e me encantei com ele por isso, pois sempre tive o sonho de ser missionária por lá também. Me aproximei dele querendo saber mais como fazia e tudo mais (e sou branquinha com as madeixas pretas. rs). A ficha dele ainda nem tinha caído que era eu, até eu começar a me interessar por ele e chama-lo para andar de longboard juntos. Algum tempo depois, falei que estava começando a gostar dele e ele, por ter sofrido bastante com desilusões amorosas, falou que não queria se relacionar com ninguém pois estava muito focado na sua vida com Deus, pois ele tem uma banda de Rock Cristão e estava super empenhado no seu ministério. Aceitei e falei com ele que eu iria me afastar então, até eu começar a vê-lo como amigo. Daí ele foi embora e uma super amiga nossa conversou com ele e lembrou ele da promessa que ele recebeu a um ano atrás até a ficha dele cair e ele perceber que poderia estar deixando a promessa dele ir embora.
Mas eu estava com viagem marcada. Agência toda paga e quase tudo certo. Iria ficar 1 ano nos Estados Unidos estudando fotografia e design gráfico (sou fotógrafa de casamento), e foi esse o maior receio dele de se envolver comigo quando falei que estava interessada nele. Depois que nossa amiga conversou com ele, ele aceitou iniciar um relacionamento comigo e a partir daí começamos a orar e pedir direcionamento de Deus para ver se era realmente da vontade de Deus o nosso namoro. Passado um tempo, começamos a namorar e nesse um ano de namoro nossa maior dificuldade foi a nossa aceitação em ficar longe um do outro. Sabe aquele medo de ficar um ano longe e sofrimento precipitado? Pois então, era exatamente esse nosso sentimento.
Algumas documentações minhas começaram a dar errado no decorrer do meu processo de intercâmbio, comecei a sofrer muito por ansiedade e comecei a orar a Deus e pedir a Ele para me mostrar qual era a vontade que estava no coração de Deus e nessa semana que orei, várias respostas de Deus vieram através de pessoas, pregações em cultos, revelações em acampamentos onde a vontade de Deus era eu cancelar a minha viagem e cumprir o propósito de Deus que era o meu casamento com o Jader, pois por meio do nosso casamento iríamos levar o amor para pessoas e sermos usados por Deus para ajudar outros casais. No começo eu sofri muuuito, pois tenho esse meu sonho de ir para os EUA desde os meus 11 anos de idade (desde 2001), mas abri mão dele para viver a vontade de Deus. Orei a Deus sobre os meus medos por não termos condições de nos casar, pois o que ganho com fotografia ainda é muito pouco para pagar um casamento, assim como ele é músico e não ganha o suficiente também. Nossas famílias também não tem condições de nos ajudar nem com a cerimônia e expus meus medos em oração a Deus por causa disso. Alguns dias depois dessa oração, conheci a história de um casal de SP que vendia água de côco nos semáforos de SP e falei com o Jader sobre a ideia. Ele ficou receoso no começo, mas com o apoio da família resolvemos criar coragem e vender nossos “bombons do amor” no sinal. E, para nossa surpresa, as pessoas ficaram maravilhadas com a nossa iniciativa e isso nos motivou ainda mais. Além dos bombons, também buscamos levar o amor para as pessoas através das nossas palavras para elas, falar de Deus e do amor Dele tem sido uma grande motivação para nós.
Ainda não temos carro, nem lugar para morar, mas confiamos em Deus e sabemos que Ele tem o melhor para o nosso casamento.
O Rodrigo Lana foi uma das maiores provas do cuidado de Deus com nosso casamento, além dele ter nos presenteado com a fotografia, ele nos apresentou a Rá (Raíssa Viana do Encantar Cerimonial) que é nossa “fadinha” e nos presenteou também com a assessoria e o cerimonial dela para o dia do nosso casamento.”

Vejam mais alguns cliques (by Márcia Tamires) dos dois vendendo os bombons… e, se passar por eles na rua, não deixe de experimentar (e ajudar):

3
4
10
14
16
20

fornecedores


voltar ao topo