Carregando..
guia de fornecedores
ou

Pausa para leitura :: Viver não dói

Mais
Pausa para leitura :: Viver não dói

por Isabela Lapa

viver1

Neste livro, Leila Ferreira nos apresenta a uma coleção de crônicas repletas de sensibilidade e leveza. Os assuntos abordados estão relacionados à felicidade, ao amor, ao sexo, ao envelhecimento e aos variados temas que permeiam a mente feminina. Além disso, algumas partes retratam as experiências pessoais da escritora e encontros que ela teve com pessoas famosas que conseguiram lhe passar importantes lições.

Sem a pretensão de ser um guia de auto ajuda, as crônicas apresentam reflexões importantes acerca das nossas escolhas e da forma como lidamos com a dor e com a vida.

A linguagem é simples e cada texto possui em média duas ou três páginas, o que torna a leitura rápida e agradável. Não é um livro para ler de uma vez, é preciso calma, tempo e tranquilidade para que as mensagens passadas nele sejam absorvidas da melhor forma possível.

O destaque do livro não está só no texto de Leila, mas também na edição cuidadosa e caprichosa da Globo Livros, que deu um charme especial. As crônicas estão divididas em sessões de acordo com o assunto abordado e o início de cada sessão vem com uma folha especial, vejam só:

viver2

viver3

Sendo muito sincera, eu gostei de tudo que li e não consegui decidir por uma parte ou um texto preferido. Apenas a título de exemplo e para que vocês vejam entendam um pouco do que vão encontrar no livro, vou comentar alguns textos que me tocaram de forma particular.

Na parte “Felicidade: menos por favor”, a crônica “Os outros” é sensacional! Incrível ler algo que fala sobre a importância que damos à opinião dos outros, quando na verdade, eles sequer estão pensando na nossa vida, mas sim no que nós pensamos da vida deles. Será que compensa deixar de sermos nós mesmos em razão da opinião de terceiros?

Na sessão “Admirável Mundo Novo” tem uma crônica chamada “Prazer pela Metade” que retrata um pouco de tudo que deixamos de fazer ou viver em razão das cobranças que fazemos a nós mesmos e da preocupação excessiva em acertar. A abordagem está excelente e Leila expressou muito bem as pequenas coisas que colocamos no nosso caminho e que nos impedem de viver a felicidade por inteiro.

Para não estragar as surpresas das crônicas eu vou dar só mais um exemplo. Na parte “Mães e Filhas” é impossível não se emocionar com “Quarto de Mãe”. No texto, a escritora retrata as aflições de uma filha que perdeu a mãe e as dificuldades que ela encontra para lidar com a perda. Simplesmente lindo!

Um ponto que achei muito interessante foi o último capítulo de livro, que veio com as principais passagens ou frases de cada texto. Com isso, relembrar as mensagens passadas por eles ou escolher qual a melhor crônica para ler em um momento específico ficou bem mais fácil!

viver4

Viver dói ou a gente que escolhe a nossa dor? Essa é a pergunta que não quer calar…

E então leitores, já leram o livro? Gostam do estilo?

banner-colunista_Isabela

fornecedores


voltar ao topo